sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Dia de Reis - Cantar as Janeiras




Vamos cantar as janeiras
Vamos cantar as janeiras
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas solteiras
Vamos cantar orvalhadas
Vamos cantar orvalhadas
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas casadas


Vira o vento e muda a sorte
Vira o vento e muda a sorte
Por aqueles olivais perdidos
Foi-se embora o vento norte



Muita neve cai na serra
Muita neve cai na serra
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem tem saudades da terra



Quem tem a candeia acesa
Quem tem a candeia acesa
Rabanadas pão e vinho novo
Matava a fome à pobreza



Já nos cansa esta lonjura
Já nos cansa esta lonjura
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem anda à noite à ventura


Zeca Afonso

2 comentários:

manuela barroso disse...

Ah! que saudades quando iam cantar "Os reis" lá a casa!
Ah se o tempo voltasse atrás para ouvir os versos que eram dedicados!
Obrigada Maria, por partilhares Zeca Afonso e as Janeiras!
Uma boa semana
bjis

Lua Negra disse...

Dia de reis é uma data muito importante pra mim, pena estar longe e não pude comemorar como gostaria.
Agradecida pela sua amizade.
Beijos de calêndula.
Lua.